ANTIGO GERADOR ELÉTRICO DE APODI

Quem não lembra ou já ouviu falar do “motor ou gerador- caterpillar ” o qual a energia gerada era distribuída para alimentar poucas luminárias distribuídas nas principais ruas do centro da nossa cidade. Aqui, encontram-se os operadores ou técnicos na época em que o gerador chegou a apodi, por volta do ano de 1948.
  Operadores: 1º João de Felipe, 2º mecânico da cidade de Assu e por trás, Zé de Felipe e por último, o grande mecânico Zé da Carritela.
Fotografia tirada no ano de 1962.

15 comentários:

Marcos pinto disse...

O primeiro sistema gerador de energia elétrica para iluminação pública de Apodi foi adquirido durante a primeira gestão administrativa do Coronel LUCAS PINTO (02.02.1936/23.09.1940),precisamente no ano de 1938,cujo motor gerador funcionava à vapor,o que fornecia precária iluminação pública,que se resumia a 20 lâmpadas colocadas em 20 rústicos postes de madeira,,sendo 10 distribuidos na Rua São João Batista e 10 na Rua N.Sra.da Conceição.
Só em 1948 é que a cidade experimentou os primeiros surtos do progresso,no que consiste à iluminação pública e domiciliar, dado a grande capacidade administrativa do Prefeito FRANCISCO HOLANDA CAVALCANTI(22.04.1948/31.03.1953)que, com recursos do erário público municipal, adquiriu potente grupo gerador de energia elétrica.

Marcos pinto disse...

De 1910 até 1938 a cidade era iluminada por lampeões - os famosos faróis à querosene,de propriedade do município de Apodi, que totalizavam 20,colocados diáriamente em postes de madeira,sendo 10 postes na Rua São João Batista e 10 na Rua N.Sra da Conceição,iluminando precariamente o famoso e antigo "QUADRO DA RUA". Dois funcionários municipais encarregavam-se da iluminação pública: O Sr.FRUTUOSO NORONHA (Pai de Edite PÊ-PÔU)que os limpava e os abastecia com querosene, e o Sr.TIÃO DE QUINCA - Sebastião Noronha (Irmão de João de Quinca),que desempenhava o nostálgico ofício de ACENDEDOR DE LAMPEÕES,sendo certo que todos os dias colocava-os nos postes ao anoitecer, e os recolhia às oito horas da noite,depositando-os no prédio da prefeitura.

Marcos pinto disse...

Dois grandes nomes assumem,também, expressiva importância e conotação na história do antigo sistema de iluminação pública de Apodi: O Sr. FELIPE NÉRI DE SOUZA,mais conhecido como sendo 'Sêo' Felipe da Usina, que era natural de Sobral-CE,tendo aportado em Apodi ainda bem moço,onde casou com a jovem FRANCISCA DAS CHAGAS DANTAS,que passou a FRANCISCA DAS CHAGAS DE SOUZA,popularmente conhecida como dona FRANCINA DE FELIPE DA USINA,(Prima paterna de Chico de Bráulio),filha de Laurênio da Silva Dantas e Maria das Neves de Souza Rêgo. 'Sêo' Felipe e dona Francina foram pais de (dentre outros)Zé de Felipe, João de Felipe e Mundeiro.
O outro incansável e abnegado funcionário municipal que cuidava do sistema gerador,no prédio onde funcionava a conhecida USINA ELÉTRICA,(Vizinho à casa de Zé da Carritela)foi o Sr.RAIMUNDO NONATO DO VALE,conhecido popularmente como 'Sêo' RAIMUNDO DA LUZ - pai de Durreco e sogro de Preto de Izauro. Foram homens que dedicaram todas as suas existências com abnegação e determinação,como humildes funcionários públicos municipais.

Marcos pinto disse...

Não podemos olvidar o não menos abnegado e capacitado Sr. ZÉ DA CARRITELA,que, se não me falha a memória tem o nome civil JOSÉ SOARES DE MACEDO,que chegou ao Apodi ainda muito jovem,onde casou com uma filha(Nãolembro do nome) do Sargento Mafaldo Magno(Irmão de dona Alzira Magno, avó materna de Dra. Marise Holanda)e de dona ROSA MAGNO. Zé é funcionário aposentado do antigo FOMENTO. (FONTE DE PESQUISA: Depoimento pessoal do historiador VÁLTER DE BRITO GUERRA, e o livro do mesmo,intitulado "APODI,SUA HISTÓRIA").

Marcos pinto disse...

ZÉ DA CARRITELA é natural da cidade do Assu-RN. A cidade e o povo de Apodi devem um preito de gratidão à estes três grandes nomes da história do progresso da cidade.

valdirleite disse...

Não devemos esquecer de "Chico Baité", ele tinha direito a entrar no Cine Odeon gratuitamente, pois era dele a missão de avisar a João de Felipe que o filme havia terminado e, portanto, o motor já podia ser desligado.

valdirleite disse...

Zé da Carritela casou-se primeiramente com Salete Rodrigues, Filha de Enéias Lucas de Carvalho e de Antonia Rodrigues de Lima e irmã de Antonio de Eneias, com Salete tiveram três filhos: Dorivan, Ducivan (Dudu) e Dorineide (falecida na infancia)

valdirleite disse...

Ainda sobre Ze da Carrtela.
Ficou viuvo ainda muito jovem e casou-se com Maria do Carmo, com que convive até hoje. Tiveram 5 filhos: Dorian, Denilson, Dorietson, Ducineide e a caçula, no momento não lembro do nome.
Desejo muitas felicidades a esta linda família.

Cezar Silva disse...

Marcos Pinto, Show de Bola, grande Historiador

Marcos pinto disse...

OBRIGADO AMIGO CÉSAR! É NOSSA HUMILDE CONTRIBUIÇÃO, APÓS 36 ANOS DE PESQUISA (COMPLETO 52 ANOS EM 20 DE MAIO DESTE ANO). ABRAÇO BEM ABRAÇADO.

Briel disse...

Olá Marcos Pinto, fomos colegas de escola no Grupo Escolar Ferreira Pinto, na 4a série primária, no ano de 1971, nossa professora foi a inesquecível D. Alvanir, filha de Adofina e irmã de Lalá (maior leiloiro da paróquia de Apodi). Quero congratulá-lo por essa grande contribuição que você nos oferece sobre a história de Apodi, gostaria que você falasse sobre a família de D. Adofina.
Grande abraço

Marcos pinto disse...

Olá amigo Briel! é um imenso prazer ter sido seu colega nos bancos do Grupo Escolar Ferreira Pinto. Gostaria que o amigo me enviasse o nome de seu pai, no meu endereço de e-mail: marcospinto.49@hotmail.com
Vou pedir ao Júnior,titular do deste profícuo Blog, para que este consiga a foto de D. Adolfina e faça a postagem, para que eu apresente um esboço biográfico e familiar da mesma. Ô briel, se o amigo quiser posso passar-lhe uma síntese histórica das famílias de seu pai e de sua mãe, pois tenho a síntese histórica de todas as famílias Apodienses. Mande as ordens. Um efusivo abraço.

Anônimo disse...

Fiquei muito emocioanada ao ler que meu avô Felipe Neri de souza foi um dos expressivos marco da história do nosso Apodi querido, e minha vó ao seu lado.
um abraço a todos

gardenia neri
(filha de Felipe Neri Filho)

barbosa silva disse...

SOU APODIENSE E COM MUITO ORGULHO EM SER APODIENSE GOSTEI
ANTONIO BARBOSA

barbosa silva disse...

sinto um praser imenço em saber historias do apodi antigo eu sou da epoca do gerador de energiade apodi, pois quando ele chegou fasia um ano que eu era nascido!!!

Postar um comentário