Eles são um marco na memória da cidade. Resistiram bravamente ao tempo desenhado por um acelerado processo de verticalização. Alguns resgastam sua imponência pelas mãos da iniciativa privada, ganhando uso comercial e cultural. Outros se reinventam como habitação. Mas ainda há muito à espera de restauração

    2 comentários:

    Marcos pinto disse...

    Esta casa foi edificada no ano de 1886,conforme consta no seu frontispício,com recursos do seu primeiro proprietário o Tenente-Coronel LUÍS SOARES DA SILVEIRA,natural de Mamanguape,na Paraíba, que casou em Apody com a Apodiense MARIA BENEDITA BELTRÃO,filha do pernambucano de Tracunhaém Joaquim Manoel Carneiro da Cunha Beltrão,professor radicado em Apodi,onde casou com Maria Angélica Bezerra Cavalcanti,e foram os primeiros donos do primeiro e imponente casarão senhorial construído totalmente em alvenaria em Apodi, casarão este que foi residência durante mais de 40 anos, da doceira COTÓ,(na rua N.Sra.da Conceição), irmã de Tião Lúcio e tia paterna do professor Raimundo Pereira.

    Anônimo disse...

    marcos pinto, queremos saber de onde você tirou esses arquivos memoriais de nossa terra, ja que o senhor já não mais reside em nossa cidade, há anos.de onde o senhor encontrou esse velho baú kkkkkkkkkkkkkkk parabéns! esperamos respostas

    Postar um comentário